Skip to main content

Será publicado único livro de Charles Chaplin

O único livro escrito por Charlie Chaplin será publicado depois de mais de 60 anos. Footlightsnovela prelúdio do filme Luzes da Ribalta (Limelight1952) ficou perdido nos arquivos do cineasta por anos, sendo resgatado pela Cineteca di Bologna, com a ajuda do biógrafo David Robinson.

Luzes da Ribalta  foi o último filme de Chaplin nos EUA antes de ele ser deportado do país por conta das acusações que o implicavam como um simpatizante do comunismo. O livro, escrito em 1948, antes do roteiro sobre Calvero, o velho palhaço alcoólatra que salva uma bailarina do suicídio, mostra o estado de espírito do cineasta na época, contando a história de um comediante que perdeu seu público.

Sei que sou engraçado, mas os empresários acham que estou ultrapassado…uma coisa velha. Deus! Seria maravilhoso fazê-los engolir as suas palavras. É isso que odeio sobre envelhecer – o desprezo e a indiferença que eles demonstram. Eles acham que sou inútil…É por isso que seria maravilhoso fazer um grande retorno! Quero dizer, sensacional! Agitá-los com risadas como eu costumava fazer…escutar aquele rugido subir… ondas de risadas vindo em direção a você, elevando-o… Que tônico! Você quer rir com eles, mas se segura e ri por dentro… Deus, não há nada assim! Por mais que odeie aqueles detestáveis, eu amo ouvi-los rir!“, diz Calvero em um trecho do livro.

Além do texto de Chaplin, a edição de Footlights  conta com comentários de Robinson. O livro será lançado nesta semana e poderá ser comprado no site da Cinemateca e pela Amazon. O “Vagabundo”, personagem que fez a fama de Chaplin, completa cem anos nesta sexta (7 de fevereiro), data do lançamento de Corridas de Automóveis para Meninos (1914).

O texto acima foi extraído do Omelete. Todos os créditos para o mesmo.

Kaio C. de Oliveira

Curumim Nerd desde o tempo que colecionava HQs do Spawn e carrinhos da Hot Wheels. Hoje joga Dota 2 e CS mais do que o normal e faz TCC sobre e-Sports. Viciado em suco de muruci e tapeberebá.